sexta-feira, 11 de abril de 2014

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA SOBRE MEIO AMBIENTE (Publicação com 7 Cadernos)



Coleção com 7 cadernosA publicação reúne leis, decretos e demais atos normativos relacionados ao meio ambiente em sete cadernos temáticos, nos quais incluiu, em cada um deles, texto introdutório que explica o conteúdo das normas, concatenando-as entre si e com a Constituição Federal. Os sete temas são: Fundamentos Constitucionais e Legais, Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente, Temas Internacionais I, Temas Internacionais II, Recursos Hídricos, Qualidade Ambiental e Desenvolvimento Urbano e Regional. Legislação atualizada em 10/9/2013.

Caderno 1 - Fundamentos Constitucionais e Legais

Caderno 2 - Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente

Caderno 3 - Temas Internacionais I

Caderno 4 - Temas Internacionais II

Caderno 5 - Recursos Hídricos

Caderno 6 - Qualidade Ambiental

Caderno 7 - Desenvolvimento Urbano e Regional

Fonte: http://www.portaldomeioambiente.org.br/noticias/download/8266-legislacao-brasileira-sobre-meio-ambiente

Concurso para Serviço Florestal Brasileiro - SFB (49 vagas para PA, RO, RN, PR e DF)

Começa hoje, 09/04, e vai até o dia 16/05 o período de inscrição para o concurso público e processo seletivo simplificado do Serviço Florestal Brasileiro (SFB). Ao todo o órgão irá contratar 49 novos servidores, sendo 24 para cargos efetivos, com lotação nas unidades regionais (UR) de Santarém-PA, Porto Velho-RO, Natal-RN e Curitiba-PR e 25 para cargos de contratação temporária com lotação em Brasília-DF.

O concurso para o cargo de Analista Ambiental efetivo é dividido em duas áreas de concentração, sendo oito vagas para a Área de Concentração I e 15 vagas para a Área de Concentração II. Os cargos não exigem experiência prévia e são abertos para candidatos com nível superior em qualquer área de formação.

Já o processo seletivo para a contratação de servidores temporários possui nove áreas de concentração e exige experiência prévia de três ou cinco anos, ou titulação de especialização Lato Sensu, Mestrado ou Doutorado, dependendo do nível do cargo. Para concorrer a algumas das áreas, os candidatos deverão ter diploma de graduação em áreas específicas como Administração, Direito, Economia, Ciência Política, Relações Internacionais, Engenharia Florestal, Agronomia, Biologia, Ciências da Terra, Engenharia Agronômica, Engenharia Cartográfica, Engenharia Florestal, Engenharia Civil, Geografia, Geologia e Informática.

A remuneração inicial do cargo de Analista Ambiental é de R$ 6.478, podendo chegar até R$ 6.902, com adicional de titulação, e de R$ 6.130 e R$ 8.300, no caso dos Técnicos de Nível Superior de contratação temporária, que correspondem aos níveis IV e V, respectivamente.

As provas têm realização prevista para o dia 08/06 e contarão com questões de conhecimentos básicos (Língua Portuguesa, Direito Constitucional e Direito Administrativo) e conhecimentos específicos de cada área. Ambas as seleções são organizadas pelo Instituto Quadrix.

Para mais informações acesse www.quadrix.com.br.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Concurso de Fotografia do Ecomuseu Ilha Grande - Olhares: Água e vida na Ilha Grande

Logotipo Olhares: Água e Vida na Ilha Grande

Mande uma foto até o dia 26 de abril de 2014 e concorra a câmeras GoPro, tablets e máquinas fotográficas digitais.

O tema da 2ª edição do concurso é “Água e Vida na Ilha Grande”, em comemoração ao dia mundial da água, 22 de março.

As fotos devem ser retratadas por meio de máquina fotográfica digital com resolução de 300 dpi.

Vale reunir os amigos e a turma do colégio: autores entre 12 e 17 anos concorrem na categoria juvenil.

Confira o regulamento e não perca tempo, inscreva-se já!

Seminário: Sistemas Estaduais de Pagamentos por Serviços Ambientais (Brasília - DF)

Curso de extensão: Aquecedor solar de baixo custo (UFMG)


Reserva Natural Serra Tombador - Vaga para administrador

A Reserva Natural Serra Tombador – mantida pela Fundação Grupo Boticário em Goiás – está à procura de um novo administrador. Entre as principais responsabilidades, estão: gerenciar projetos e ações realizadas por lá, estabelecer parcerias para otimizar a utilização da área e supervisionar as atividades das equipes operacionais. Para se candidatar é preciso ter experiência em unidades de conservação e formação superior em Administração, Agronomia, Engenharia Florestal, Biologia, Ecologia ou áreas ligadas à conservação da natureza ou à gestão. Especialização em gestão de áreas protegidas é um ponto a mais. Ficou interessado? As inscrições estão abertas até 15 de abril: http://migre.me/iDc6P



V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental

1º Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo: Período 1990 a 2008

"O Relatório de Referência do Setor de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos é parte integrante do Primeiro Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeitos Estufas Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo e foi realizado pela CETESB em um projeto coordenado pelo PROCLIMA/CETESB com o apoio da Embaixada Britânica.

A estimativa de GEE por resíduos sólidos considerou variáveis como a população urbana, a taxa de coleta e composições de resíduos municipais no Estado de São Paulo. A estimativa por efluentes considerou variáveis como população urbana e rural, as quantidades de carga orgânica nos efluentes e seus destinos.

O levantamento dos dados foi realizado junto às principais fontes de informações do Setor de Saneamento do Estado e por pesquisas bibliográficas. Para a maioria das variáveis apresentadas no método, foram empregados default, por não existir dados nacionais e estaduais publicados, respeitando os princípios de transparência, consistência e acurácia recomendados pelo IPCC. Este relatório apresenta as emissões para o período de 1990 a 2008. Os gases inventariados foram o dióxido de carbono (CO2), o metano (CH4) e o óxido nitroso (N2O).

Fonte: http://www.cetesb.sp.gov.br/inventario-gee-sp/inventario-esp/271-emissoes-do-setor-de-residuos-solidos-e-efluentes-liquidos
Comunicação Estadual


Sumários Executivos
Comunicação Estadual

Emissões do Setor de Processos Industriais e Uso de Produtos

CETESB. Emissões do Setor de Processos Industriais e Uso de Produtos: Sumário Executivo. 1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2013.
Emissões do Setor de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos

CETESB. Emissões de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos, 2009-2010: Sumário Executivo. Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2014.

CETESB. Emissões de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos: Sumário Executivo. 1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2013.
Emissões do Setor de Uso da Terra, Mudança no Uso da Terra e Florestas

FUNCATE, CETESB. Emissões do Uso da Terra, Mudança do Uso da Terra e Florestas: Sumário Executivo.1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2012.
Emissões de CO2 do Estado de São Paulo em 2005

1º Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo - 1990 a 2008 - Emissões de CO2 do Estado de São Paulo em 2005
Relatórios de Referência
Emissões do Setor de Processos Industriais e Uso de Produtos

CETESB. Emissões do Setor de Processos Industriais e Uso de Produtos: Relatório de Referência. 1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2013.
Emissões do Setor de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos

CETESB. Emissões de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos, 2009-2010: Relatório de Referência. Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2014.

CETESB. Emissões de Resíduos Sólidos e Efluentes LíquidosRelatório de Referência. 1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2013.
Emissões do Setor de Uso da Terra, Mudança no Uso da Terra e Florestas

FUNCATE, CETESB. Emissões do Uso da Terra, Mudança do Uso da Terra e Florestas: Relatórios de Referência.1º Inventário de Emissões Antrópicas de GEE Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2012.
Documentos de Referência

Decreto Nº 56.918, de 08 de abril de 2011 - Altera a composição do Comitê Gestor e do Conselho Estadual, da Política Estadual de Mudanças Climáticas - PEMC.

Decreto Nº 55.947, de 24 de junho de 2010 - Regulamenta a Lei nº 13.798, de 9 de novembro de 2009, que dispõe sobre a Política Estadual de Mudanças Climáticas.

Lei Nº 13.798, 9 de novembro de 2009 - Institui a Política Estadual de Mudanças Climáticas - PEMC

Act Nº 13.798, November 9, 2009 - Institutes the State Policy on Climate Change – (SPCC).

Vagas em 3 Cursos sobre Gestão de Recursos Hídricos (Gratuito - EaD)

 

Estão abertas inscrições para 3 cursos oferecidos pelo projeto ÁGUA: CONHECIMENTO PARA GESTÃO.

Todos os cursos são gratuitos, na modalidade EaD (Educação à Distância) e os alunos que concluem as atividades recebem certificado em pdf.

Aproveitem para ampliar seus conhecimentos sobre gestão de recursos hídricos.

Comitê de Bacia: Práticas e procedimentos
Objetivo: Compreender a dinâmica de funcionamento da estrutura organizacional dos Comitês de Bacia Hidrográfica e seus elementos constituintes com vistas a melhorar o processo de gestão.
Tem carga horária de 20 horas e é oferecido na modalidade EaD (Educação à Distância).
As aulas acontecem de 21 de abril a 18 de maio.
Inscreva-se no link: http://www.aguaegestao.com.br/br/curso/352
Período de inscrição: 24/03 a 13/04/2014

Governança da água na América Latina
Objetivo: Compreender o papel das diferentes instituições e os instrumentos adotados na Gestão de Recursos Hídricos Internacional, sobretudo na América Latina, identificando suas origens e formas de negociação visando o correto processo de utilização e suas devidas conexões para a boa governança hídrica.Tem carga horária de 40 horas e é oferecido na modalidade EaD (Educação à Distância).
São 60 vagas no idioma Português e 30 vagas no idioma Espanhol.
Inscreva-se no link: http://www.aguaegestao.com.br/br/curso/366
Período de inscrição: 07/04 a 20/04/2014

Alternativas Organizacionais para Gestão dos Recursos Hídricos
Objetivo: Fortalecer a gestão de recursos hídricos através da discussão de alternativas para a participação social na gestão de recursos hídricos.
São 60 vagas. O curso tem carga horária de 20 horas, totalmente EaD (à distância).
Inscrições: http://www.aguaegestao.com.br/br/curso/348
Período de inscrição: 07/04 a 20/04/2014

Curso Análise Espacial de Bacias Hidrográficas (EAD)



Inscrição  Clique aqui para fazer inscrição.
Período: de 19/03/2014 a 28/05/2014.

Objetivo:
Capacitar o aluno a:
a) Realizar uma série de análises sobre bacias hidrográficas aplicadas à gestão de recursos hídricos, meio ambiente e energia, entre outras áreas;
b) Gerar superfícies interpoladas do relevo a partir de dados hipsométricos;
c) Delimitar bacias, sub-bacias e áreas de contribuição;
d) Analisar fluxo superficial;
e) Determinar drenagens;
f) Hierarquizar redes de drenagem;
g) Extrair parâmetros da bacia hidrográfica.

Público-Alvo e Pré-Requisito: Profissionais e estudantes de nível superior, técnico ou ensino médio que atuem em áreas que utilizem dados geográficos sobre bacias hidrográficas.

Documentação
a) Cópia da Carteira de Identidade;
b) Para alunos com desconto na categoria ESTUDANTE: comprovação de matrícula ativa em instituição de ensino médio, graduação ou pós-graduação na rede pública ou privada.
c) Para alunos com desconto na categoria PROFESSOR: comprovação de matrícula ativa como professor na rede pública de ensino.

Local e Horário: Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 4º andar, bloco F, sala 4032.

Dias da semana: Segunda a Quinta

Não haverá aula/tutoria nos dias 12, 16, 17, 23 de junho e 8 e 9 de julho devido aos feriados e possíveis pontos facultativos causados pela realização da Copa do Mundo no Brasil, além do feriado de Corpus Christi em 19/06.

Período de aula síncrona: 03 de junho a 17 de julho
Período de tutoria síncrona: 11 de junho a 23 de julho
Dias de aula síncrona: terça e quinta em todos os dias do período
Dias de tutoria síncrona: segunda e quarta em todos os dias do período
Horário da aula síncrona 20h até 22h
Horário da tutoria síncrona: 20h30 até 21h45
Carga horária: 30 h/a. (18h de aula síncrona e 12h de tutoria síncrona)
Período de realização do curso: de 03/06/2014 a 24/07/2014

Programa:
1) Modelos digitais de terreno:
Preparação do projeto;
Geração do modelo digital de terreno hidrologicamente consistido;
Cálculo de declividade e orientação do relevo.

2) Visualização de bacias hidrográficas em 3D:
Abrindo o ArcScene com o MDT-HC;
Visualizando camadas sobre o MDT em 3D.

3) Operações sobre superfícies da bacia hidrográfica:
Geração e avaliação do MDT-HC;
Análise do escoamento superficial e acúmulo de fluxo;
Determinação das drenagens pelo MDT-HC;
Análises e ordenação Strahler e Shreve sobre a rede de drenagem;
Áreas de contribuição e comprimento do trajeto de fluxo superficial.

4) Hydroflow

5) Cálculo de parâmetros morfológicos:
Área, perímetro e índice de circularidade e compacidade;
Variação e média de altitude e declividade;
Densidade de drenagem e o índice de rugosidade.

5) Trabalhando com Aster GDEM e dados pluviométricos:
Mosaico de imagens do Aster GDEM;
Sistema de coordenadas, ajustando o MDE;
Calculando os limites das bacias hidrográficas;
Determinação de drenagens e hierarquização;
Calculando a área de contribuição da PCH;
Interpolação de dados pluviométricos;
Recorte da área da bacia em estudo;
Determinação dos volumes de chuvas na área de contribuição;
Cálculo do fator topográfico como potencialidade a erosão.

Valores
Profissionais:
Valor: R$ 740,00.
Matrícula de R$ 266,66 até o dia 28/05 + 2 (duas) parcelas de R$ 266,67 nos dias 18/06 e 18/07/2014.

Estudantes/professores
Valor: R$ 540,00.
Matrícula de R$ 180,00 até o dia 28/05 + 2 (duas) parcelas de R$ 180,00 nos dias 18/06 e 18/07/2014.

Contato
CENTRO DE PRODUÇÃO DA UERJ
Rua São Francisco Xavier, 524
Maracanã, Rio de Janeiro, RJ
1º andar, bloco A, sala 1006
CEP: 20559-900
Horário de atendimento na recepção: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h
Teleatendimento: (21) 2334-0639 de 2ª a 6ª feira, das 8h às 19h
E-mail: cepuerj@uerj.br.

Educação Ambiental e Desenvolvimento Econômico Sustentável (EMERJ)

sexta-feira, 28 de março de 2014

Cursos de extensão oferecidos pelo Banco Mundial (Gratuitos e à distância)

WORLD BANK HOME LINK 

O e-Institute do Banco Mundial foi lançado como uma sala de aula virtual de aprendizagem para fornecer às comunidades, o acesso conveniente, fácil e confiável ao conhecimento. São oferecidos mais de 45 cursos de e-Learning (EAD) voltados para a resolução de problemas atuais, complexos em áreas prioritárias como os desastres, a governança, a saúde, as cidades, as alterações climáticas, e as parcerias público-privadas. 

Os alunos têm acesso a podcasts gratuitos mensais e webinars, histórias de sucesso de vídeo, ferramentas de multimídia e outros recursos. Os cursos são gratuitos e em inglês. O conteúdo é extenso e específico e as atividades avaliativas e fóruns demandam tempo e dedicação.

Eu estou terminando agora o curso Introduction to Disaster Risk Management e iniciando o Sustainable Land Use Planning. O curso que acabei de terminar foi de alto nível e contou com a participação de mais de 1000 pessoas de todo o mundo. Além do conteúdo de altíssima qualidade, o curso conta com muitos exemplos práticos e sugestões dos facilitadores e dos próprios alunos.

Vejam abaixo os cursos que achei mais voltados para a área ambiental e no final da postagem o link para a lista completa de cursos. Aproveitem esta oportunidade e divulguem a iniciativa.

AGENDA COMPLETA DE CURSOS


CLIMATE-SMART AGRICULTURE - TOWARDS LANDSCAPE APPROACH
Sustainable Agricultural Land Management Projects: Soil Carbon Monitoring

March 24, 2014 - April 11, 2014
In the agriculture sector, until recently, much attention has been given to the adaptation of climate change, little to its climate change mitigation or carbon sequestration potentials.

PLANNING, FINANCE AND GOVERNANCE
Sustainable Urban Land Use Planning
April 02, 2014 - May 20, 2014
This course provides participants with a functional and integrated understanding of the dynamics of urban land use and demonstrates how to effectively utilize policies and planning instruments to manage urban growth and achieve sustainable, equitable and efficient development outcomes.



LOW CARBON, RESILIENT DEVELOPMENT
Emissions Trading Systems: Using Markets to Promote Low Emissions Development
April 14, 2014 - May 02, 2014
Emissions Trading Systems (ETS) are a key economic instrument for ratcheting down greenhouse gas (GHG) emissions and spurring innovation and investment in low-carbon energy technologies. ETS, also called cap-and-trade schemes, are conceptually simple but practically complex. This course will guide you through the theory, practice, and available global experience important to the design, implementation, and governance of a well-functioning Emissions Trading System.


PUBLIC SAFETY AND RESILIENCY
Safe and Resilient Cities
April 23, 2014 - May 21, 2014
The course will expose city officials and practitioners to cutting edge tools on vulnerability assessment, policy and programs stock tacking and gaps analysis, and finance access. The discussion will also focus on decision making under uncertainty to identifying options and establishing priorities to make the city more resilient to climate change impacts and natural disasters.


LOW CARBON, RESILIENT DEVELOPMENT
Low Carbon Development: Planning & ModellingApril 29, 2014 - May 16, 2014
This course has four modules - (i) Overview for Policymakers; (ii) Power; (iii) Household; (iv) Transport - which introduce you to climate change mitigation, explore the concepts surrounding low carbon development planning on an economy-wide basis and take a detailed look at what this means in the power and transport sectors and for household electricity use.


ESSENTIALS OF CLIMATE CHANGE

Energy Sector Strategies to Support Green Growth
May 05, 2014 - May 25, 2014
This course covers essential aspects of Renewable Energy and Energy Efficiency Policies and how they can contribute to Green Growth Strategies.




LOW CARBON, RESILIENT DEVELOPMENT
Policy Instruments for Low Emissions Development: From Design to Implementation
June 02, 2014 - June 20, 2014
Transitioning to a lower emissions development path is becoming increasingly important as climate change poses major challenges to development.This course is designed to help policymakers to apply the various policy instruments available to reduce GHG emissions while also achieving economic development goals. In this course, you will learn how to plan, design and implement voluntary and information-based, regulatory and market-based instruments that will help your country to transition towards a low emissions development path.


CLIMATE-SMART AGRICULTURE - TOWARDS LANDSCAPE APPROACH
Climate-Smart Agriculture through Sustainable Land-Water Management

October 06, 2014 - October 24, 2014
Climate change will impact agriculture and food production and security. This E-Learning course provides participants with practical knowledge on the impacts of climate change on agriculture and the importance of reducing GHG emissions through policies and practices in agricultural activities, specifically through better land and water management.

quinta-feira, 27 de março de 2014

VAGAS DO DIA 27/03/2014

Analista de Meio Ambiente - Departamento da Qualidade
O profissional irá atuar no Departamento de Qualidade.
Experiência prévia comprovada na área de meio ambiente.
Formação superior em Quí­mica (obrigatório)
Interessados enviar currí­culo com pretensão salarial para recrutamentogp@yahoo.com.br informando no campo assunto: MEIO AMBIENTE
CURRÍ­CULOS SEM PRETENSÃO SALARIAL NÃO SERÃO ANALISADOS

Técnico Ambiental Marinho
Local: Botafogo - RJ
Descrição da vaga/ Requisitos:
- Técnico em Meio Ambiente ou Tecnólogo em Meio Ambiente ou Bacharelado em Oceanografia ou € áreas afins;
- Desejável experiência em coleta de água (mar e água doce), sedimento para análises quí­micas e biológicas, e biota aquática (plâncton), e em coleta de efluentes;
- Possuir CNH com mais de dois anos de expedição;
- Habilidade em trabalho de campo;
- Disponibilidade para viagens;
Idade: Indiferente
Sexo: Masculino
Salário: R$ 1.465,00 + adicional de periculosidade (30%)
Benefícios:
- Vale-transporte;
- Vale-refeição (R$20,00) ao dia;
- Plano de saúde e odontológico;
- Plano de carreira;
Interessados, favor encaminhar currí­culo EM ARQUIVO ANEXO para rh.consultoria.ambiental@gmail.com

Tecnólogo em meio ambiente
Local: Rio de Janeiro
Salário: R$1.200,00
Para atuar em empresa do segmento de energia
DISPONIBILIDADE PARA VIAJAR PARA AS BASES DA EMPRESA (Angra dos Reis / Resende / Mesquita / São Pedro da Aldeia / São Gonçalo).
ATIVIDADES: Acompanhar todas as atividades do setor.
REQUISITOS:
·Curso Técnico em MEIO AMBIENTE (com Registro no Conselho Regional de Química)
·Carteira de Habilitação B;
·Conhecimentos em legalizações e fiscalizações por órgãos ambientais.
HORÁRIO: 07:30 às 17:30 horas (de Segunda à Quinta) / 07:30 às 17:00 horas (Sexta)
SALÁRIO R$1.200,00 + BENEFÍCIOS
INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO NO CORPO DO E-MAIL PARA tec.ambiente@yahoo.com.br.

Assessor Técnico Sênior para atuação no Projeto ¨Política Nacional de Mudanças Climáticas¨ | Agência Alemã de Cooperação Internacional – Brasília/DF
Este termo de referência visa à contratação de um profissional para assessorar tecnicamente à SMCQ no planejamento e implantação de ações de adaptação às mudanças do clima, especialmente nos temas de recursos hídricos, biodiversidade, zonas costeiras e florestas, assim como apoiar a articulação institucional.
Suas responsabilidades:
- Assessoria técnica nas iniciativas para análise da vulnerabilidade e adaptação nos temas prioritários selecionados;
- Assessoria técnica a iniciativas para aplicação da lente climática nos planos e programas de governo nos temas relativos à adaptação;
- Apoiar a articulação com os parceiros no nível nacional, com outros Ministérios e com os parceiros da sociedade civil e setor privado no âmbito da agenda de adaptação da SMCQ;
- Desenvolvimento e acompanhamento de estratégias para a integração da adaptação as mudanças climáticas em processo de desenvolvimento local/regional;
- Promoção da troca de conhecimentos e experiências com iniciativas vinculadas, sobre melhores práticas e abordagens no Brasil e no âmbito internacional;
Recomenda-se ter/ser:
- Curso superior e/ou pós-graduação em economia, ciência política, relações internacionais, ecologia, gestão ambiental ou áreas afins;
- Experiência profissional mínima de quatro anos relacionada à gestão pública em meio
ambiente;
- Experiência mínima desejável de três anos em mudança do clima;
- Capacidade de comunicação verbal e escrita em língua inglesa;
- Experiência desejável em iniciativas de atuação conjunta de atores governamentais e não governamentais;
- Iniciativa, flexibilidade e capacidade de auto-organização;
- Manter boa comunicação com os vários parceiros e beneficiários do projeto;
- Disponibilidade para viagens frequentes.
Contato: regina.sturmer@giz.de | encaminhar currículo e uma carta de motivação.
Data Limite: 28 de março de 2014

Gerente de Projetos
Empresa: Verthic
Local: Altamira/PA
A Verthic está prospectando profissional para compor a equipe responsável pela execução de parte dos Programas que compõem o Projeto Básico Ambiental – Componente Indígena (PBACI),integrante do processo de licenciamento ambiental relativo às obras de implantação e operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte (UHE BM), empreendimento projetado para o rio Xingu, municípios de Altamira e Vitória do Xingu, no estado do Pará.
Suas responsabilidades:
- Liderar a implantação de sistema específico de gestão de projetos em estreita parceria com empresas responsáveis pela execução dos Programas do PBA-CI;
- Garantir a entrega e cumprimento das obrigações conforme cronograma definido em conjunto com demais atores do processo de licenciamento da UHE Belo Monte;
- Apresentação da evolução do projeto e reuniões periódicas com a direção da Verthic e da Norte Energia;
- Capacitar e coordenar equipes de outros Programas/empresas na utilização do sistema de gestão de projetos;
- Alimentar o sistema de gestão de projetos e extrair análises que subsidiem a tomada de decisões pela diretoria da Verthic.
Recomenda-se ter/ser:
- Curso superior completo (administração, economia, engenharia ou áreas afins);
- Pós-graduação será um diferencial;
- Experiência e amplos conhecimentos em gerenciamento de projetos, incluindo a gestão de tempo, de riscos, custos e escopo;
- Excelentes habilidades de comunicação, de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipe;
- Experiência de trabalho com múltiplos stakeholders;
- Capacidade de coordenar grupos e de conduzir processos;
- Perfil pró-ativo e visão estratégica;
- Maturidade profissional para lidar com públicos diversos.
Contato: fernando@verthic.com.br | Enviar Currículo e Carta de Apresentação (máximo 2 páginas) para Fernando Vicente com o assunto: “Gerente de Projetos”.
Data Limite: 28 de março de 2014

Técnico em Meio Ambiente
Empresa: Mecalux do Brasil
Local: Hortolândia/SP
Suas responsabilidades:
- Implementação do sistema de gestão integrada criando procedimentos;
- Irá operar estação de ETE tipo físico Químico;
- Irá fazer a gestão dos resíduos, levantamento de necessidades e agendamento de retiradas bem como todo o acompanhamento do processo;
- Treinamento para os funcionários em relação à Meio ambiente;
- Controle de CADRI e de outros licenciamentos;
- Contatos com orgãos de fiscalização do governo; Auxiliar na área de Segurança e Saúde.
Recomenda-se ter/ser:
- Amplos conhecimentos em: Meio ambiente; ETE; Controles de licenciamentos; CADRI; Resíduos e seus destinos; Gestão integrada; 
- Formação técnica em meio ambiente.
Contato: rh.brasil@mecalux.com | e-mails aos cuidados de Isabel para o com a sigla AMBIENTE no campo assunto.
Data Limite: 31 de março de 2014.

Agente de Educação Ambiental
Empresa: Associação Caatinga
Local: Fortaleza/CE
Ações de sensibilização e educação ambiental (elaboração de materiais educativos, realização de capacitações e palestras sobre conservação da Caatinga para diferentes públicos, envolvimento em escolas com professores e alunos, apoio em exposições e eventos).
Suas responsabilidades:
- Apoiar a elaboração de materiais didáticos para ações de Educação Ambiental como cartilhas, banners, folders, etc.
- Elaborar os instrumentais pedagógicos para realização de atividades de formação de multiplicadores (relatórios, portfólios, fichas de avaliação, fichas de monitoramento, frequência, etc);
- Planejar e realizar as capacitações com multiplicadores;
- Mobilizar as escolas para participação das atividades do projeto No Clima da Caatinga;
- Ter contato direto com os educadores participantes das capacitações do projeto No Clima da Caatinga;
- Alimentar redes de comunicação entre os participantes das formações (blog, fórum,
grupos, etc);
- Levantar e organizar dados das ações de Educação Ambiental para registro e publicação da experiência;
- Elaborar relatórios técnicos das atividades.
Recomenda-se ter/ser:
- Graduação em Biologia, Geografia, Engenharia Ambiental, Gestão ambiental e áreas afins;
- No mínimo uma experiência comprovada na área de Educação Ambiental (inclui portfólio, declaração, produção técnica, etc);
- Ter bons conhecimentos técnicos sobre Caatinga e Educação Ambiental;
- Capacidade de comunicar e de transmitir conhecimentos na área de conservação;
- Habilidade em facilitar e intermediar debates;
- Facilidade de aprendizagem e de compartilhar conhecimento;
- Capacidade de organizar, realizar e avaliar palestras e cursos de capacitação;
- Habilidade em elaborar relatórios técnicos;
- Capacidade de trabalhar em equipe e autonomia.
Contato: http://www.agrobase.com.br/oportunidades/2014/03/associacao-caatinga-vaga-agente-de-educacao-ambiental-fortaleza-ce/
Data Limite: 4 de abril de 2014

Estágio voluntário em educação ambiental
Empresa: Associação Caatinga
Local: Fortaleza /CE
Auxílio no planejamento e execução de atividades de Educação Ambiental desenvolvidas pela Associação Caatinga em Fortaleza; acompanhamento de ações de sensibilização nas escolas e em exposições na sociedade em geral para a conservação da Caatinga.
Suas responsabilidades:
- Participar das atividades de monitoria da Exposição Itinerante e contribuir para o planejamento da visitação;
- Acompanhar as atividades de realização de oficinas, palestras e formações de grupo que fazem parte do projeto No Clima da Caatinga e demais projetos;
- Sistematizar e avaliar todas as ações da Exposição, incluindo o monitoramento do impacto da visitação;
- Agendar visitas de grupo e escala de monitores;
- Organizar os instrumentais necessários ao registro (declarações, listas de frequência, fotos, etc);
- Colaborar para o armazenamento e sistematização dos resultados conquistados das ações de Educação Ambiental.
Recomenda-se ter/ser:
- Cursando entre o 5º semestre e o último ou ter graduação na área de Biologia, Geografia, Ciências Ambientais ou áreas afins de conhecimento;
- Ser comprometido com a causa ambiental e com a conservação da natureza;
- Gostar de trabalhar com público jovem;
- Assiduidade e pontualidade;
- Trabalhar bem com metas e prazos;
- Dispor de senso de organização e planejamento;
- Ter boa capacidade de comunicação oral;
- Capacidade de trabalhar em equipe.
Contato: http://www.agrobase.com.br/oportunidades/2014/03/associacao-caatinga-vaga-estagio-voluntario-em-educacao-ambiental-fortaleza-ce/
Data Limite: 4 de abril de 2014

Coordenador(A) da Iniciativa de Desenvolvimento Rural Comunitário
Empresa: Instituto Centro de Vida
Local: Cuiabá/MT
Para coordenar os trabalhos de sua Iniciativa de Desenvolvimento Rural Comunitário, na região Noroeste de Mato Grosso.
Suas responsabilidades:
- Planejamento: mobilizar sua equipe na definição, avaliação e revisão de metas referentes ao planejamento estratégico da iniciativa, bem como contribuir no planejamento estratégico do ICV;
- Elaboração e negociação de propostas: identificar fontes potenciais de recursos para as atividades de sua iniciativa; conduzir a elaboração de propostas junto aos financiadores, em colaboração com a coordenação do ICV e os parceiros externos;
- Coordenação da execução de projetos: junto à equipe da iniciativa, planejar a realização de atividades e geração de produtos, monitorar a execução e controlar e garantir a qualidade da produção técnica;
- Gestão orçamentária: supervisionar a gestão dos recursos financeiros dos projetos que envolvem sua iniciativa, monitorando a execução orçamentária e realizando os remanejamentos necessários;
- Gestão de pessoal: auxiliar, avaliar, motivar e liderar a equipe da iniciativa; construir com cada membro da equipe as metas anuais de produção e de desenvolvimento profissional e acompanhar a sua realização;
Recomenda-se ter/ser:
- Curso superior completo em engenharia florestal, engenharia agronômica, ciências biológicas, ciências sociais, e áreas afins;
- Pós-graduação em área relevante aos temas de trabalho da Iniciativa;
- Experiência comprovada de 5 anos, no mínimo, em cargos de Coordenação de projetos ou afins;
- Experiência comprovada de 3 anos, no mínimo, em trabalhos que envolvam as atividades descritas no item “principais atribuições” (ver o link abaixo);
- Conhecimento e experiência em trabalhos com a agricultura familiar;
- Conhecimento da realidade Amazônica;
- Experiência em Agroecologia.
- Capacidade de planejamento, articulação e execução de atividades;
- Facilidade em transmitir informações com clareza (oral e escrita);
Contato: rh@icv.org.br | e-mail com o assunto: Seleção Coordenação DRC. Saiba mais sobre a vaga: http://www.icv.org.br/site/wp-content/uploads/2013/08/Edital-para-vaga-de-Coordenador-da-Iniciativa-de-DRC.pdf
Data Limite: 6 de abril de 2014

Consultor | ecosSISTEMAS 
O Edital em aberto tem o objetivo de selecionar profissionais autônomos para compor um banco de consultores para os diversos projetos realizados pela empresa, principalmente os trabalhos de campo relacionados a avaliações a padrões de sustentabilidade nos setores florestal e agrícola.
Suas responsabilidades:
Estudos e avaliações relacionados a padrões de sustentabilidade (critérios sociais, ambientais e agronômicos) e normas de certificação;
Realização de estudos de Pegada Ecológica, Pegada de Carbono e Pegada Hídrica;
Realização de avaliações e consultoria na temática Mudanças Climáticas;
Realização de estudos e elaboração de materiais relacionados à sustentabilidade;
Avaliação de projetos socioambientais.
Recomenda-se ter/ser:
Curso superior completo em Ciências Agrárias, Biológicas ou Sociais;
Ao menos dois anos de experiência de trabalho de campo relacionados a um ou mais dos temas abaixo:
Certificação e padrões de sustentabilidade, preferencialmente (mas não exclusivamente) nas cadeias produtivas da cana-de-açúcar, soja, cacau, café, óleo de palma e celulose e papel;
Saber sobre:
- Legislação florestal e ambiental;
- Legislação trabalhista;
- Saúde e segurança no trabalho rural;
- Boas práticas agrícolas (uso racional da água, manejo integrado de pragas, uso racional de fertilizantes, boas práticas de manejo de solo, etc);
- Relacionamento com comunidades;
- Cadeia de custódia;
- Contabilidade ambiental;
Não ter impeditivos para realização de viagens;
Capacidade de autogestão em relação ao aproveitamento do tempo, planejamento e execução de atividades;
Contato: marina@ecossistemas.net
Data Limite: 18 de abril de 2014

Estágio em Oceanografia
Buscamos estudantes a partir do 6º período de Oceanografia.
FAVOR INFORMAR O PERÍODO EM QUE SE ENCONTRA E O TURNO EM QUE ESTUDA!!!
Não exigimos experiência anterior!
Requisitos Desejáveis:
- Ter interesse pela Oceanografia física (propriedades e fenômenos físicos nos ambientes oceânicos e costeiros);
- Ser capaz de compreender manuais e textos técnicos de nível básico em Inglês; e
- Ser capaz de elaborar relatórios de descrição das atividades realizadas.
Perfil da vaga:
Local: Parada de Lucas/Rio de Janeiro (próximo a passarela 21 da Avenida Brasil)
Horário: 4hrs por dia (manhã ou tarde)
Bolsa-auxílio: R$ 364,00 + Auxílio Transporte (R$6,00 por dia estagiado)
Os candidatos dentro do perfil devem enviar CV – no corpo do e-mail – para: estagiorio@yahoo.com.br - colocando no assunto: EST OCEANOGRAFIA
ATENÇÃO: Currículos em anexo serão descartados!

1o Workshop gratuito de certificação e verificação de Inventários de Emissões (02/04 - RJ)


Mini cursos: Ecologia de Mamíferos Terrestres / Ecologia de répteis



16 vagas para atuação no cadastramento ambiental rural no Estado do Rio de Janeiro



Estão abertas 16 vagas, oito de nível superior e oito de nível médio, para profissionais que queiram exercer atividades de divulgação, capacitação e cadastramento de imóveis no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Cadastro Nacional de Usuários de Recursos Hídricos (CNARH). As inscrições estão abertas até o próximo dia 4 de abril e o processo seletivo será composto por duas etapas: análise curricular e entrevista.

A contratação dos profissionais faz parte da estratégia do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) de implantação do CAR no âmbito do Estado do Rio de Janeiro. Criado pela Lei Federal nº 12.651/2012, no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente (Sinima), o CAR é constituído por dados estratégicos para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil e também para o planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Os contratados desempenharão atividades de capacitação, divulgação e cadastramento de propriedades e posses rurais no CAR e no CNARH, que serão executadas nas áreas de abrangência da Região Hidrográfica Lagos São João e da Região Hidrográfica dos rios Macaé e das Ostras (Resolução CERHI-RJ Nº 107/2013). Além disso, efetuarão o acompanhamento do processo de cadastramento e prestarão assistência aos técnicos cadastradores do CAR e CNARH de outras instituições, a ser executado em toda a área de abrangência da Região Hidrográfica.

As contratações serão realizadas pela Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul – Agevap (10 vagas); pelo Consórcio Intermunicipal para Gestão Ambiental das Bacias Hidrográficas da Região dos Lagos, Rio São João e Zona Costeira - CILSJ (quatro vagas) e pela Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão Deputado Ultimo de Carvalho - Faduc ( duas vagas).

As vagas estarão distribuídas por Região Hidrográfica, conforme apresentado abaixo e os respectivos editais de seleção, com maiores detalhes, podem ser baixados nos links abaixo:




EDITAL (4 vagas)






EDITAL (10 vagas)


 





EDITAL (2 vagas)



31º Curso de Formação Ecológica (Defensores da Terra)

Ótima oportunidade para se atualizar na área ambiental assistindo palestras gratuitas de alto nível!
Inscrevam-se, compareçam e aproveitem!!!
Parabéns aos DEFENSORES DA TERRA por mais uma iniciativa visando disseminar informações de qualidade sobre o nosso meio ambiente.


Associação Defensores da Terra informa aos interessados no debate ambiental que as inscrições para o 31º Curso de Formação Ecológica estão abertas!

As inscrições serão feitas na sede da entidade, que fica à rua Francisco Serrador, 90/sala 301, Centro, Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h30 e das 15h às 18h30.

As aulas serão realizadas no auditório do Sindicato das Seguradoras, situado à rua Senador Dantas, 74. Os alunos deverão se identificar na portaria.

O curso tem uma taxa de R$45 (que deve ser paga no ato da inscrição), para cobrir os custos da gravação de um CD com o material de apoio às aulas e da confecção de um certificado de conclusão (que será entregue no fim do curso aos que tiverem no mínimo 70% de presença).

Para qualquer outra informação, nossos telefones são: 2524-5809 e 2524-7931

Programa do 31º Curso de Formação EcológicaInício: 03/04/2014
Encerramento: 07/06/2014


03/04 – 5ª feira – de 18h30 às 20h30
Tema: História do Movimento Ambientalista no Brasil e no mundo.
Palestrante: Carlos Minc – Deputado estadual, ex-Secretário do Ambiente/RJ e ex-Ministro do Meio Ambiente.

08/04 – 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: A Crise Ambiental e os Desafios do Século XXI.
Palestrante: Lara Moutinho da Costa – Bióloga, presidente dos Defensores da Terra e ex-Superintendente de Educação Ambiental da Secretaria Estadual do Ambiente/RJ.

10/04 – 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Valoração e Pagamento de Serviços Ambientais da Natureza.
Palestrante: Mauricio Ruiz – Secretário-Executivo do Instituto Terra de Preservação Ambiental (ITPA).

15/04 – 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Biodiversidade, Ecossistemas e Unidades de Conservação.
Palestrante: André Ilha – Ex-Diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

24/04 – 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Educação Ambiental
Palestrante: Denise Alves – Consultora em Educação Ambiental

29/04 - 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Auditoria Ambiental.
Palestrante: – Heliana Vilela – Pesquisadora do Laboratório Interdisciplinar de Meio Ambiente – LIMA/COPPE/UFRJ.

06/05 – 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Legislação Ambiental.
Palestrante: Rodrigo Guardatti - Advogado ambientalista e coordenador de Administração do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA)

08/05- 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Saúde e Meio Ambiente.
Palestrante: Carlos Machado de Freitas – Pesquisador CEHSTEH/ENSFIOCRUZ.

13/05 - 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Permacultura – Uma nova visão para o desenvolvimento da civilização humana
Palestrante: Carlos Eduardo Aguayo Rey – Administrador de empresas e empresário. Formado pela PUC/RJ e sócio-fundador da EcoFocus – Soluções Ambientais para o Desenvolvimento Humano.

15/05 - 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Conflitos Ambientais
Palestrante: Alba Simon – Bióloga, Mestre em Ciência Ambiental na área de conflitos ambientais e Superintendente de Biodiversidade e Florestas da Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (SEA/RJ)

20/05 - 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Planejamento e gestão ambiental: seus principais instrumentos de ação.
Palestrante: Antônio Carlos Freitas de Gusmão - Professor e analista ambiental do INEA. Presidente da Comissão Estadual de Controle Ambiental (CECA) e mestre em Controle da Poluição Industrial.

22/05 - 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Gestão Ambiental de Resíduos
Palestrante: Walter Plácido – Engenheiro Civil, Mestre em Ciências Ambientais pela UFF e Diretor Geral da W2PT Consultoria e Gerenciamento Empresarial Ltda.

27/05 - 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Comércio Ilegal de Animais Silvestres
Palestrante: Fabíola Pinheiro – Oficial Veterinária da Polícia Militar, do Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente.

29/05 - 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Recursos Hídricos.
Palestrante: Fátima Casarin – Coordenadora do Programa Agenda Água na Escola/SEA; pedagoga; e especialista em Gerenciamento de Recursos Hídricos aplicado ao Planejamento Urbano Municipal/COPPE/UFRJ.

03/06 – 3ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Política de Mudanças Climáticas no âmbito internacional, nacional e estadual
Palestrante: Dr.ª Maria Silvia Muylaert de Araújo – Assessora da Secretaria Estadual do Ambiente/RJ na área de mudanças climáticas, membro do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas e professora colaboradora do PPE/COPPE/UFRJ.

05/06 - 5ª feira, de 18h30 às 20h30
Tema: Consumo Consciente – Consumo Sustentável
Palestrante: Lara Moutinho da Costa – Bióloga, presidente dos Defensores da Terra e ex-superintendente de Educação Ambiental da Secretaria Estadual do Ambiente/RJ.

07/06 - Sábado, confraternização de final do curso, com atividade prática (plantio de mudas, mutirão de limpeza, etc.) em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (local a ser definido), e entrega dos Certificados de Conclusão.