domingo, 30 de janeiro de 2011

VAGAS DO DIA (30/01/2011)

Coordenador de SMS

Empresa de grande porte, visando atender à crescente demanda da unidade de negócios no Rio de Janeiro, busca no mercado:
Formação: Superior em Engenharia, com especialização em Segurança do Trabalho
Experiência de 4 anos como Coordenador de Segurança do Trabalho , ter atuado em áreas administrativas, químicas, construção civil, metalúrgica, predial e mineração.
Necessário 4 anos de vivência nos Sistemas de ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001. Participação de auditorias do Sistema de Gestão de SMS e certificação, e de manutenção de certificações dos mesmos.
Encaminhar currículo com pretensão salarial para rhenila@gmail.com , no assunto COOSMS

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

VAGA DO DIA (28/01/2011)

ASSISTENTE T'ECNICO DE MEIO AMBIENTE
Empresa de Grande Porte que atua a 70 anos no Brasil produzindo e fornecendo tubos de aço, seleciona profissionais para Implantar projetos em gestão ambiental, coordenando processos de controle de aspectos ambientais. Identificando os aspectos ambientais e impactos associados, de acordo com o cumprimento de objetivos e metas ambientais. Acompanhando auditorias internas e externas referentes à legislação ambiental ao sistema de gestão do meio ambiente, etc.

É necessário:
· Curso Técnico ou Tecnólogo de Meio Ambiente;
· Experiência na área industrial (desejável em Indústria Mecânica) ter trabalhado com certificado em ISO 14001.
· Experiência com implantação de Sistema de Gerenciamento Integrado (SGI)
IMPORTANTE: Os candidatos deverão realizar cadastro em nosso site http://www.rhi.com.br/ e encaminhar currículo com pretensão salarial através do e-mail igorcardozo@rhi.com.br  mencionando no campo do assunto “Assistente de Meio Ambiente”.

ESTÁGIO (Contribuição de Gabriela Blauth)
A Endesa Brasil, controladora das distribuidoras Ampla e Coelce e das empresas de geração Endesa Fortaleza, Endesa Cien e Endesa Cachoeira, abriu inscrições para 84 vagas de estágio. A companhia procura alunos de graduação que estejam entre 4º e o 7º período dos cursos de Administração, Economia, Direito, Ciências Contábeis, Informática, Ciência da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Mecânica, Relações Internacionais, Comunicação Social, Marketing, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Segurança do Trabalho, Meio Ambiente, Serviço Social e Psicologia. As vagas são para o Rio de Janeiro (40) e Ceará (44).
O estágio tem duração de seis meses, podendo ser prorrogado por até dois anos. A Endesa Brasil oferece bolsa-auxílio de R$ 900, além de benefícios como vale-transporte e vale-refeição. Os candidatos aprovados que não forem selecionados para as vagas abertas permanecerão no cadastro da empresa para futuras convocações. Em 2010, 297 estagiários ingressaram na companhia. Das 157 contratações realizadas, 53 foram de estagiários, o equivalente a 69,74% das vagas juniores preenchidas no período.
O processo seletivo é composto de quatro etapas. Após a fase de análise curricular, os candidatos são chamados para as provas de português, redação e conhecimentos gerais. A terceira etapa é composta de dinâmica de grupo e entrevista. Em seguida, os classificados seguem para uma nova entrevista. Todas as etapas são classificatórias. A carga horária do programa é de 30 horas semanais e as inscrições podem ser feitas pelo site http://www.endesabrasil.com.br/ , no menu "Entre nesse time".

Vaga Técnico Meio Ambiente - São Leopoldo(Contribuição de Gabriela Blauth)
Secretário Geral Associação Mico-Leão-Dourado (enviar propostas até 11 fev 2011)
A Associação Mico-Leão-Dourado – AMLD é uma instituição de direito privado, sem fins econômicos e de caráter técnico científico, que tem como missão conservar a biodiversidade da Mata Atlântica com ênfase na proteção do mico-leão-dourado em seu habitat.
Nossa meta é estabelecer até o ano 2025, uma população viável constituída por, pelo menos, 2.000 micos-leões-dourados vivendo livremente numa paisagem de 25.000 hectares de florestas protegidas e interligadas na atual região de ocorrência da espécie. Para isso, desenvolvemos ações de manejo e monitoramento da espécie, restauração de habitat, proteção de áreas naturais, educação ambiental, agroecologia, políticas públicas, fortalecimento institucional e mobilização social dentre outras.
Informações podem ser acessadas em http://www.micoleao.org.br/
Localização

Escritório na Reserva Biológica de Poço das Antas/ICMBio, Município de Silva Jardim, com atuação em toda a região da bacia hidrográfica do rio São João, Rio de Janeiro.
Interessados devem enviar os documentos abaixo, consolidados em um único arquivo pdf, para micoleao@micoleao.org.br , até 11 de fevereiro de 2011. Intitule a mensagem: Secretário Geral.

Não serão aceitas aplicações enviadas por correio convencional.
Principais Responsabilidades

O Secretário Geral gerencia os recursos humanos, financeiros e logísticos da Associação, promove o fortalecimento institucional, desenvolvendo trabalhos técnicos inerentes à gestão e administração; elabora propostas de modelos de gestão e estruturação organizacional; conduz o desenvolvimento da política institucional; coordena e participa ativamente na captação de recursos para programas e projetos; é responsável pelo processo de planejamento estratégico e operacional e pela integração das iniciativas de conservação, pesquisas, monitoramento, educação e desenvolvimento organizacional; desenvolve trabalhos técnicos em conjunto com os Programas da AMLD e colabora com instituições parceiras; promove o aperfeiçoamento e a coesão da equipe técnica da AMLD e a capacitação comunitária para a conservação ambiental; contribui para a formação e o fortalecimento de parcerias com proprietários rurais, instituições de pesquisas e universidades, órgãos públicos e privados, outras ONGs, doadores, etc.; elabora relatórios técnicos e financeiros para financiadores de projetos; promove a divulgação dos trabalhos da AMLD para o público em geral; representa a instituição; participa de colegiados regionais e nacionais ligados à conservação.
Formação e habilidades
- nível universitário em áreas afins, preferencialmente com mestrado;
- pelo menos três anos de experiência comprovada em gestão institucional e/ou de projetos, com atenção para o planejamento, estabelecimento e acompanhamento de metas e resultados de curto, médio e de longo prazo;
- experiência em captação de recursos de fontes públicas e privadas (elaboração de projetos e orçamentos e relações com financiadores), nacionais e internacionais;
- capacidade de análise e solução de problemas;
- habilidades para negociação e tomada de decisões de conteúdo técnico, financeiro e estratégico;
- habilidades para lidar com diversos parceiros;
- gestão de informação;
- gestão de recursos humanos;
- gestão de recursos financeiros, capacidade e criatividade para superar adversidades do trabalho em áreas remotas.
Requisitos Indispensáveis
- forte motivação para a conservação da biodiversidade e espécies ameaçadas da Mata Atlântica;
- espírito de liderança; excelente comunicação interpessoal e com o público de uma forma geral, inclusive para proferir palestras em nível profissional;
- experiência em gestão de recursos humanos e gestão orçamentária;
- fluência oral e escrita em português e inglês;
- disponibilidade para residir na região (120 Km da Capital RJ);
- autonomia no uso das ferramentas do MS-Office;
- iniciativa, dinamismo, pontualidade e criatividade;
- disponibilidade para viagens nacionais e internacionais;
- Carteira Nacional de Habilitação válida.
Requisitos Desejáveis
- experiência anterior em organizações da sociedade civil, habilidades para o treinamento de outros profissionais, capacidade de trabalhar sob pressão e de gerenciar o tempo, habilidades para lidar com a imprensa, versatilidade para atuar em diversas frentes de trabalho, familiaridade com temas relacionados à biologia da conservação e à gestão de áreas protegidas;
- noções básicas de ecologia de paisagem, restauração florestal, manejo de espécies ameaçadas, agroecologia, educação ambiental, geoprocessamento e processos de formulação de políticas públicas;
- ter comportamento pró-ativo, buscando desafios e crescimento, ser assertivo e auto direcionado; grande capacidade de adaptação, comunicação e relacionamento interpessoal com equipe multidisciplinar, sendo um negociador nato;
- ter visão estratégica, capacidade de análise de fatos e situações;
- ser focado e ter senso de prioridade;
- deve inspirar credibilidade profissional e pessoal;
- atuação deve ser pautada pelos mais elevados princípios éticos, pelo respeito e pela responsabilidade, demonstrando austeridade, diligência e imparcialidade no tratamento de informações.
Condições de trabalho
- remuneração compatível com o mercado de trabalho das organizações não governamentais ambientalistas brasileiras;
- jornada ordinária de 40 horas semanais;
- escritório localizado a 8 Km da área urbana, transporte;
- equipe integrada e experiente;
- acesso a tecnologias de ponta em biologia da conservação;
- ambiente de trabalho amigável e produtivo;
- oportunidades de treinamento profissional e de interação com conceituadas instituições e profissionais nacionais e internacionais, e de viagens nacionais e internacionais.
Documentos
- Carta de apresentação demonstrando aptidão ao cargo e pretensão salarial;
- Currículo (máximo de seis páginas) com todos os contatos do candidato;
- Cartas de recomendação de três referências profissionais devidamente identificadas com nome, função e contatos (telefone e endereço eletrônico).

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

VAGA DO DIA (27/01/2011)

ENGENHEIRO AMBIENTAL

Para empresa do segmento de Petróleo com inglês fluente, sólida experiência em Engenharia Ambiental em empresas voltadas para a área de Petróleo.
Currículum, com pretensão salarial, para PSICÓLOGOS ASSOCIADOS LTDA, e-mail: psicologos@psicologosassociados.com.br

Vaga Estação de Tratamento de Efluentes

Fábrica de Cosméticos abre vaga para área de estação de tratamento de efluentes (Físico-químico + biológico)

Local: Rod. Presidente Dutra 2671 – Pavuna (próximo a fábrica da Fabrimar)
Trabalhar no turno 12/36h diurno
Salário: à combinar
Requisitos: 
- Formado em técnico em química.
- Experiência mínima de 2 anos em estação de tratamento de efluentes (Físico-químico + biológico).
- Experiência em análises de monitoramento de água (ETA/Osmose) e efluentes.
- Conhecimento nas legislações de lançamento de efluente.
- Desejável: Conhecimento ISO14001
Enviar currículos para selecaocosmet@ gmail.com . Não analisaremos currículos anexos.

Geólogo – Volta Redonda
Será responsável pela pesquisa de áreas de calcário,acompanhar os processos de licenciamento ambiental, bem como definir o escopo,prazos e qualidade dos serviços, geológicos,além de realizar análise de propostas técnicas, acompanhamento de serviços e pesquisas, sondagem e topografia, e aprovar medições, visando suportar os planos dos projetos e atuando de forma a otimizar os recursos disponíveis no ambiente de múltiplos projetos.
Local de Trabalho: Empresa de grande porte em Volta Redonda / RJ
Requisitos:
- Formação Geólogo
- Experiência acima de 4 anos
- Indispensável : Experiência em pesquisa geológica em áreas de calcário,
- informática, pacote Office,
- Disponibilidade para residir em Volta Redonda/RJ,
- Ter trabalhado em empresas cimenteiras
- Desejável: Análise de Investimentos, Matemática Financeira, Conhecimento de Sistemas de Gestão, Conhecimento das ISO 9001, 14001.
Salário: Atrativo a combinar + benefícios
Interessados deverão encaminhar currículo com pretensão salarial para e-mail recrutamentoengenhe iro@hotmail. com.br com o título GEÓLOGO.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Entrando ou se recolocando no mercado? DICAS

Entrar no mercado ou encontrar novas oportunidades nem sempre é fácil. Muitas vezes bate o desânimo e dá vontade de desistir e partir pra outra área. É normal se sentir assim em algum momento da vida profissional, mas as conquistas profissionais dependem sobretudo do nosso esforço, coragem para enfrentar coisas novas e vontade de correr atrás.
Como digo pros meus alunos, ninguém baterá na porta de vocês oferecendo um emprego.
Como diz um professor que eu tive, prof Jorge Rios, do céu só cai avião e cocô de passarinho. rs
  1. Não desanime!
  2. Ao ver uma vaga divulgada em que você possa se encaixar no perfil, envie o currículo. Não imponha limitações a você mesmo acreditando de cara que não é capaz de ser selecionado.
  3. Invistam em seus currículos realizando cursos de extensão, encarando uma especialização ou até mesmo mestrado.
  4. Compareçam aos eventos da área, pois eles oferecem oportunidades de conhecer profissionais, novas áreas de atuação e empresas que podem lhes oferecer oportunidades
  5. Aprendam outros idiomas
  6. Aprendam a utilizar os softwares necessários para o desempenho de sua profissão: excel, power point, word, se possível também Autocad, programas de geoprocessamento e etc. Isso pode lhe abrir portas.
  7. Conheçam as principais referências de legislação e se mantenham SEMPRE atualizado.
  8. Leiam artigos técnicas, revistas técnicas, matérias de jornal e sites que tragam discussões e novas soluções. Um dia esses dados podem lhe ajudar a solucionar problemas em sua atuação profissional.
Alguém tem outras dicas? Contribuam, participem, colaborem.

VAGA DO DIA (26/01/11)

ASSISTENTE TÉCNICO DE MEIO AMBIENTE - RJ
Empresa de Grande Porte que atua a 70 anos no Brasil produzindo e fornecendo tubos de aço, seleciona profissionais para Implantar projetos em gestão ambiental, coordenando processos de controle de aspectos ambientais. Identificando os aspectos ambientais e impactos associados, de acordo com o cumprimento de objetivos e metas ambientais. Acompanhando auditorias internas e externas referentes à legislação ambiental ao sistema de gestão do meio ambiente, etc.
É necessário:
- Curso Técnico ou Tecnólogo de Meio Ambiente;
- Experiência na área industrial (desejável em Indústria Mecânica) ter trabalhado com certificado em ISO 14001.
- Experiência com implantação de Sistema de Gerenciamento Integrado (SGI)
IMPORTANTE: Os candidatos deverão realizar cadastro em nosso site http://www.rhi.com.br/ e encaminhar currículo com pretensão salarial através do e-mail igorcardozo@rhi.com.br mencionando no campo do assunto Assistente de Meio Ambiente.

GEÓLOGO
Mineradora Australiana com implantação no Brasil recruta para autar no Rio de Janeiro para atuar em todo Brasil.
- Formação superior completo;
- Experiência com mineração de cobre, ouro e zinco;
- Inglês: Fluente
- Salário: Pretensão Salarial + beneficios a combinar; (INFORMAR NO CURRÍCULO)
OS INTERESSADOS DEVEM ENCAMINHAR O CURRÍCLO PARA THALITA@GRUPOLET.COM COLOCANDO NO ASSUNTO O NOME DA VAGA.

Coordenador e Analista de Projetos Conservação Ambiental - Curitiba
A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza oferece oportunidade para analista de projetos ambientais e coordenador de projetos ambientais. Os candidatos devem ter formação em Engenharia Florestal, Biologia ou áreas afins.
Para a vaga de analista, é preciso experiência profissional nas áreas de conservação da natureza, unidades de conservação e/ou projetos de pesquisa de conservação. O analista será responsável, entre outras funções, por avaliar relatórios técnicos de projetos patrocinados emitindo pareceres e analisar propostas encaminhadas quanto à autorizações ambientais necessárias e adequação de metas e indicadores de resultado de projetos.
Para o cargo de coordenador, exige-se experiência em atividades na área de conservação, tendo vivência no gerenciamento de projetos e gestão de pessoas, além de fluência nos idiomas inglês e espanhol. Entre as responsabilidades do coordenador estão a execução das ações estratégicas estabelecidas pelo Conselho, otimizando a aplicação de recursos financeiros e apresentando propostas inovadoras para fortalecer a conservação e a instituição.
Entre os benefícios oferecidos pela Fundação estão assistência médica, vale refeição, auxílio alimentação, auxílio medicamento, previdência privada, seguro de vida, vale transporte, além de estacionamento na empresa.
Os interessados devem se inscrever por meio do site do Boticário (http://www.boticario.com.br/ ), seção Institucional < Trabalhe Conosco < Envie seu currículo < Vagas. Só serão aceitos currículos encaminhados por este canal.
 
CONSULTOR ECOTURISMO
O Instituto Bioatlântica ( http://www.bioatlantica.org.br/), com assessoria da EcoBrasil (http://www.ecobrasil.org.br/), implementarão Curso Básico de Ecoturismo de Base Comunitária da região de Búzios.
Buscamos consultor(ES) que tenha(m) experiência em ecoturismo e, sobretudo, relacionamento com comunidades tradicionais regionais, em especial pescadores caiçaras.
Os consultores selecionados serão treinados e ministrarão o curso e desenvolverão pelo menos um roteiro, baseado nos ‘saberes e fazeres’ tradicionais.
Daremos preferência a residentes locais ou próximos a Búzios e Cabo Frio.
O curso será baseado no Manual Caiçara de Ecoturismo de Base Comunitária.
Interessados e pré-selecionados, serão fornecidos relatórios dos cursos realizados na região de Paraty.
Enviar contato e CVs para assistente@ecobrasil.org.br

ESTÁGIO MEIO AMBIENTE - PREFEITURA SP
Estagiário para trabalhar durante o período da manhã (08:00 às 12:00) junto ao Grupo Técnico de Recuperação de Áreas Degradadas da Secretaria do Verde e Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo.
Preferencialmente a partir do 2º ano, graduando em Ciências Biológicas, Agronomia, Engenharia Ambiental.
É necessário cadastro junto ao CIEE.
Interessados enviar CV para danielamedeiros@prefeitura.sp.gov.br

Analista em Gestão Ambiental - ES
A Fibria, que é resultado da união da Aracruz Celulose e da Votorantim Celulose e Papel está recrutando profissionais para atuar como analista de gestão ambiental.
Requisitos Obrigatórios:
• Graduação completa em Engenharia Florestal, Engenharia Agronômica, Engenharia Ambiental, Biologia ou Gestão Ambiental;
• Experiência profissional no segmento empresarial, no relacionamento com ONG’s e Instituições de Pesquisa.
Requisitos Desejáveis:
• Conhecimento da língua inglesa;
• Conhecimento das normas ISO e Certificação FSC/CERFLOR e dos indicadores voluntários ISE/Bovespa, DJSI e GRI.
Local de trabalho: Aracruz - ES
Os interessados deverão cadastrar os dados no site http://www.fibria.com.br/ , selecionando o link Trabalho Conosco e Conheça as nossas vagas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

VAGAS DO DIA (25/01/11)

ENGENHEIRO JR (MEIO AMBIENTE/SEG DO TRABALHO)
Empresa de grande porte seleciona com urgência:
ENGENHEIRO JUNIOR com experiência na função em meio ambiente e segurança de trabalho oriundo de empresas de OFFSHORE (PETROLE E GÁS).
- Vivencia em MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA DO TRABALHO.
Inglês intermediário.
- Possuir curso de gestão ambiental.
- Formação: 3º Grau completo em áreas de engenharia ou segurança do trabalho com especialização em meio ambiente (ou ao contrario deste).
Salário: Trabalhando com pretensão salarial
Interessados devem encaminhar currículo para igor@empregourgente.com.br mencionando no campo assunto ENGENHEIRO JR

SELEÇÃO DE PROJETOS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CONSUMO RESPONSÁVEL.
Concurso para seleção de projetos e dos respectivos serviços de execução a serem financiados com recursos do FUMGESAN – Fundo Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental de Santo André com objetivo de promover o tema Educação Ambiental e Consumo Sustentável.
EDITAL

Topográfo/ Hidrógrafo Itaguaí (RJ)
Empresa multinaciona l no ramo de dragagem seleciona:
Requisitos: 
- Inglês fluente (imprescindível) 
- Residir próximo a Itaguaí
- Experiência na área
- Atividades: Análises Batimétricas e topográficas, entre outras.

Remuneração: Salário compatível com mercado + VT + Assistência Médica + Odontológica 
Horário: 08:00 às 17:00h de segunda a sexta-feira
Habilitados enviar CV com pretensão salarial para alina_rh@yahoo.com.br. Assunto: Topógrafo/ Hidrógrafo.

Monitoramento de arte de pesca entre os estados de Alagoas, Sergipe e Bahia - TAMAR
Necessita-se de um profissional para trabalhar no setor de interação pesca x tartarugas marinhas na regional de Sergipe.
Para a função o candidato deve ter disponibilidade para morar em Sergipe, ter disponibilidade para viajar embarcado, conhecimentos da área da pesca, elaborar palestras em colonias de pescadores.
Todas as suas indicações serão bem vindas. Caso queira repassar meu email para seus contatos na àrea, fique à vontade.
maiores informações marcelo.amorim@tamar.org.br

Assistente de Projetos em Unidades de Conservação no Pará
O IMAFLORA – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola – organização não governamental sem fins lucrativos, sediada em Piracicaba, SP, está selecionando profissional para a posição de assistente de projetos.
O profissional a ser contratado se dedicará a implantação do programa de capacitação destinado às comunidades do interior e zona de amortecimento do mosaico de Unidades de Conservação da Calha Norte Paraense e para os conselheiros das UCs que compõe esse mosaico.
O objetivo principal do programa de capacitação é (i) envolver a população local na proteção do mosaico; (ii) melhorar a qualidade de vida das populações do interior e entorno das UCs estaduais e federais desse mosaico; (iii) estímulo a adoção de práticas agrícolas e florestais menos impactantes ao meio ambiente.
Responsabilidades:
· Organizar cursos de capacitação, dias de campo, encontros de intercâmbio e outras atividades de capacitação para comunidades rurais, órgãos públicos, instituições da sociedade civil e iniciativa privada;
· Elaborar materiais didáticos em linguagem adequada para comunidades rurais e instituições públicas e privadas no interior do Pará;
· Organizar logística inclusive em locais de acesso e comunicação precária;
· Estabelecer e manter o diálogo e articulação política com diferentes atores sociais da região buscando assegurar condições favoráveis ao desenvolvimento dos trabalhos;
· Elaborar relatórios de atividades e demais atividades para documentação do projeto;
· Apoiar a coordenação do projeto em suas atividades, tais como participação das atividades de planejamento do consórcio da Calha Norte e elaboração dos relatórios técnico-financeiros para financiadores.
Exigências mínimas:
· Identidade e compromisso com a missão e valores IMAFLORA;
· Nível superior;
· Facilidade para comunicação oral e boa habilidade de redação;
· Desenvoltura para trabalhar com diferentes atores sociais;
· Disponibilidade para viagens de campo de até 3 semanas;
· Disponibilidade para viajar até 70% do ano e o restante para estar no escritório em Piracicaba;
· Dedicação em período integral (40 horas semanais);
- Facilidade em trabalhar em equipe multidisciplinar e em parceria com órgãos públicos, ONGs e movimentos sociais.
· Carteira de Habilitação de motorista válida.
· Domínio de Windows, Word e Excel;
Qualificações desejadas:
· Conhecimento e experiência em realizar oficinas para comunidades rurais, em Unidades de Conservação ou em agricultura sustentável;
· Vivência na Amazônia e com comunidades rurais;
Condições de trabalho
Contratação em regime CLT com salário e benefícios compatíveis com o mercado. Contrato por período determinado de um ano (doze meses), renovável em caso de disponibilidade de recursos.
Processo de seleção
Os candidatos devem enviar:
· Currículo
· Carta justificando interesse e capacidades para o trabalho e a pretensão salarial
· Um profissional de referência (nome, cargo, instituição, telefone e e-mail)

Os selecionados por meio da avaliação de currículos serão convocados para entrevista. Currículos e cartas devem ser enviados pelo correio até 1º de março (será considerado a data da postagem) para:
Vaga UNIDADES DE CONSERVAÇÃO
IMAFLORA
Estrada Chico Mendes, 185.
Piracicaba, SP. 13400-970
Não serão aceitos currículos enviados eletronicamente. Currículos sem carta de interesse e pretensão salarial não serão considerados. *Somente os candidatos selecionados serão contatados pelo Imaflora.
 Mais informações no endereço http://www.imaflora.org/


Coordenador de Projetos em Cadeias Produtivas (cacau) no Pará
IMAFLORA – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola – organização não governamental sem fins lucrativos, sediada em Piracicaba, SP, está selecionando profissional para a posição de Coordenador de Projetos.
O presente edital visa preencher uma vaga de técnico (a) de nível superior para trabalhar com formação de técnicos e produtores em agricultura sustentável, articulação, planejamento e gestão socioambiental em cooperativas e associações de produtores no Pará.
O profissional terá a função de coordenar e executar ações do projeto, visando a capacitação de técnicos de cooperativas e associações de produtores com foco em práticas responsáveis de produção de cacau no Estado do Pará. Deverá ter capacidade de articulação com prefeituras, sindicatos, associação de produtores, movimentos, organizações e pessoas que trabalham na região.
Responsabilidades:
· Ministrar palestras e conduzir dias de campo e outras atividades didáticas;
· Participar na elaboração e execução de cursos, oficinas e seminários de formação do IMAFLORA.
· Estabelecer e manter o diálogo e articulação política com diferentes atores sociais da região e parceiros do Imaflora buscando assegurar condições favoráveis ao desenvolvimento dos
trabalhos.
· Participar na elaboração de estudos e realização de análises sobre processos, diagnósticos e lanejamentos socioambientais nas diferentes esferas de atuação.
· Organizar cursos de capacitação, dias de campo, encontros de intercâmbio e outras atividades de capacitação para comunidades rurais, órgãos públicos, instituições privadas;
· Produzir, sistematizar e analisar informações sobre aspectos físicos, econômicos e socioambientais da região.
· Manter interlocução e elaborar relatórios periódicos para os apoiadores dos projetos relacionados.
Exigências mínimas:
· Identidade e compromisso com a missão e valores IMAFLORA;
· Nível superior em Engenharia Agronômica, Economia, Gestão Ambiental, Engenharia Florestal; ou áreas afins.
· Facilidade para comunicação oral e boa habilidade de redação;
· Desenvoltura para trabalhar com diferentes atores sociais;
· Disponibilidade para viagens freqüentes;
· Dedicação em período integral (40 horas semanais);
· Carteira de Habilitação de motorista válida.
· Domínio básico de informática (Windows, Word e Excel);
Qualificações desejadas:
· 3 anos de experiência em atividades afins ao escopo do trabalho apresentado;
· Conhecimento e experiência na cadeia do cacau.
· Conhecimento sobre certificação socioambiental;
· Leitura e comunicação nos idiomas inglês e espanhol;
· Disponibilidade para residir na cidade de Piracicaba SP e região ou São Felix do Xingu PA;
· Registro no Conselho Profissional.
· Conhecimento da legislação ambiental e trabalhista aplicada ao setor rural;
Condições de trabalho
Contratação em regime CLT com salário e benefícios compatíveis com o mercado. Contratolimitado a um ano (doze meses), renovável em caso de disponibilidade de recursos.
Processo de seleção:
Os candidatos devem enviar:
· Currículo (máximo 3 páginas);
· Carta justificando interesse e capacidades para o trabalho e a pretensão salarial;
· Um profissional de referência (nome, cargo, instituição, telefone e e-mail).

Os selecionados por meio da avaliação de currículos serão convocados para entrevista.
Currículos e cartas devem ser enviados pelo correio até 1º de março (será considerado a data da postagem) para:
Vaga: PROJETO CACAU
IMAFLORA
Estrada Chico Mendes, 185.
Piracicaba, SP. 13400-970
Não serão aceitos currículos enviados eletronicamente. Currículos sem carta de interesse e pretensão salarial não serão considerados. *Somente os candidatos selecionados serão contatados pelo Imaflora
Mais informações no endereço http://www.imaflora.org/

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

VAGA DO DIA (24/01/2011)

Engenheiros Agrônomos ou Florestais (Porto Alegre)
A Diretora executiva da empresa ARDEA CONSULTORIA AMBIENTAL, Aurélea Mäder, está solicitando currículos de engenheiros agrônomos ou florestais para possível contrato de prestação de serviço em empresa de consultoria. (Somente residentes de Porto Alegre ou grande Porto Alegre). Interessados enviem email para auremader@yahoo.com.br . Visite o site da empresa www.ardeaconsultoria.com 

Concurso Itaipu Binacional (até 11/02)

EDITAL

Conferência Cidades Verdes






domingo, 23 de janeiro de 2011

Nível de contaminação de água e ar de Nova Friburgo é testado após tragédia

LINK
Número de coliformes fecais em rio é 85 vezes maior que limite, diz teste. Ar também está cheio de fungos; mas água encanada é de boa qualidade.
Doze dias após a tragégia que deixou mais de 800 mortos na Região Serrana do Rio de Janeiro, um especialista viajou a Nova Friburgo para testar o nível de contaminação da água, da lama e do ar de um dos municípios mais devastados pelas chuvas de janeiro, e apontar quais as principais doenças a que os moradores estão expostos.
O Rio Bengalas, que corta a cidade, foi o primeiro a ser testado. “Nós estamos coletando aqui porque nós queremos saber qual o grau de contaminação deste rio. Visivelmente, ele está fora dos padrões. Toda essa cheia aconteceu aqui nesse rio, no lugar que estamos, estava completamente submerso”, diz Gandhi Giordano, engenheiro sanitarista da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).
As análises, feitas num laboratório acreditado pelo Inmetro, revelam um nível alto de contaminação por coliformes fecais. “Na água do rio, nós analisamos escherichia coli que é uma bactéria que é presente no intestino de pessoas. O limite dela permitido é de 800 unidades por 100 militros, que é um copo pequeno de água, então são 800. Lá tinha 68 mil”, alerta o professor. O número encontrado é 85 vezes maior que o limite.
Amostras da água fornecida pela rede de abastecimento da cidade também passaram por testes, que comprovaram que quem recebe água da rede está bebendo e lavando alimentos em água limpa.

Níveis altos de coliformes fecais
Já as amostras de lama e poeira, que é a lama seca, não trazem boas notícias. Na lama, foram encontrados 92 mil coliformes fecais a cada 100 mililitros: 115 vezes mais coliformes fecais do que o tolerado.
No ar, foram encontradas mais de 2 mil bactérias por metro cúbico. O resultado é 13 vezes o pior já encontrado por um laboratório na cidade do Rio. O ar está também cheio de fungos, 15 vezes mais que a pior medição.
Uma pessoa respira dois metros cúbicos de ar por hora. Os moradores de Nova Friburgo, então, estão respirando cerca de 4 mil bactérias e 4 mil fungos por hora.“Me causa alergia”, reclama uma moradora. “Estou com medo de pegar alguma doença pulmorar por causa da poeira”, diz outra moradora, usando máscara.

Doenças respiratórias
Mas para Esper Kallás, infectologista da Universidade de São Paulo (USP), o uso de máscara não resolve o problema. “Ajuda muito pouco porque ela perde a eficiência muito rápido. Além do que ela só consegue proteger contra essa poeira mais grosseira porque a poeira mais fina ela passa pela máscara”, explica o infectologista.
E essa poeira contaminada com fungos pode provocar conjuntivite, rinite e sinusite. “Ela aumenta o risco de alergias respiratórias pras pessoas que tem essa sensibilidade”, alerta Esper.
A poeira também pode desencadear doenças respiratórias. “A poeira pode irritar as vias respiratórias e provocar quadros igual ao desse neném”, aponta o infectologista, mostrando um bebê que recebe tratamento contra bronquite, em um abrigo.
E quanto mais gente vivendo e dormindo no mesmo ambiente, mais facilmente um vírus ou bactéria pode se espalhar. “Essa é uma situação emergencial. E ela tem que ser o mais provisória possível, com o passar do tempo, a aglomeração, nessas condições de habitação que são muito precárias, começam a facilitar a transmissão de algumas doenças. As mais comuns são doenças de transmissão respiratória. Um exemplo delas é a gripe. E são doenças de transmissão por contato e transmitidas através de alimentos”, explica Esper.

Água contaminada
Os hospitais já congestionados na região vão recebendo gente com outras doenças. “No primeiro momento, os pacientes eram aqueles politraumatizados, vítimas de acidentes graves, muita fratura, muita lesão de bacia, lesão de membros inferiores. Agora, a gente já está tratando as complicações que são as feridas infectadas, são as diarréias, os vômitos, que são aquelas pessoas que tiveram algum tipo de contato com a água contaminada”, aponta Jamila Calil Salim Ribeiro, secretária municipal de Saúde de Nova Friburgo.
O auxiliar de produção Daniel Lopes acabou machucando o pé ao resgatar a dona de casa Ilair Souza, em São José do Vale do Rio Preto. “Na hora que eu peguei a corda para puxar, no primeiro pisão eu senti o incômodo, só que na hora da adrenalina, com o corpo quente, aquilo tudo, eu nem senti. Fui puxando a corda, fui puxando, quando ela chegou lá em cima que eu olhei o ferimento eu vi que estava sangrando muito. Eu peguei muita lama porque eu tive que atravessar toda a minha rua. Então a água tinha acabado de baixar, tava aquela lama suja, sabe. Aí o meu pé ferido pisou naquela lama, porque não tinha outro jeito”, lembra Daniel.
Ele foi tratado. Mas dois dias depois o pé estava infeccionado pelas bactérias da lama. De volta ao hospital, ficou internado.
“A gente fica esperando, aguardando desinchar pra tomar uma providência sendo que o médico falou na hora: ainda bem que vocês correram porque poderia ter uma, a infecção podia chegar até o osso”, diz Daniel.
Daniel e todos que entraram em contato com a água contaminada e tiveram cortes estão recebendo a vacina antitetânica. Tudo para evitar que um arranhãozinho vire uma infecção generalizada - que pode até levar à morte.
A embaladeira Monica Aparecida dos Santos bebeu água de poço contaminada. “Fiquei com diarréia e falta de ar por causa da alergia a essa poeira. Começou ontem depois que eu tomei água da torneira, só tomo água da torneira, não tomo água do filtro nem dessa mineral”, conta Monica à médica Cibele da Silva. “Eu recomendei usar bastante líquidos ou fazer o preparo do soro caseiro. E medidas de higiene”, orienta a médica.

Hepatite e leptospirose
Duas doenças preocupam: hepatite a e leptospirose. Por enquanto, nenhum caso foi confirmado - mas há um período de incubação. “A gente tem uma previsão aí do Ministério da Saúde que nós teremos pelo menos um ano de problema decorrentes da enchente”, acredita a secretária Jamila.
“É muito importante que a gente tenha um plano de ação já elaborado antes da tragédia acontecer. Com o exemplo de várias outras tragédias que aconteceram no mundo, inclusive no Brasil, nós conhecemos um pouco o padrão de como essas doenças infecciosas acontecem, a gente sabe a sequência que elas acontecem. Então, a presença de um estudo anterior, de um planejamento, sem dúvida nenhuma ajudaria a combater situações como essa com mais eficiência”, avalia Esper.

sábado, 22 de janeiro de 2011

VAGA DO DIA (22/01/11)

2 vagas de estágio para uma grande empresa de Logistica
Estudantes dos cursos de: Administração de Empresas; Engenharia (Elétrica, Eletrônica, Produção, Mecânica, Ambiental, Civil, Computação); Ciências da Computação; Sistemas da Informação; Ciências Contábeis Econômicas Atuariais)
Previsão de Formatura: Dez/ 2011.
Pré-requisitos:
- Disponibilidade para estagiar 6 horas por dia;
- Conhecimentos Pacote Office, sendo DOMINIO EM EXCEL, POWER POINT, ACCESS AVANÇADOS;
- Inglês AVANÇADO;
Atividades da area de Operações que ira desenvolver:
- Se reportar ao gerente de operações, desenvolvendo relatórios operacionais, análises de processo e desenvolvimento de projetos que tragam aumento de produtividade em operações logísticas de armazenagem;
Atividades da area de Operações de Transporte e distribuição a desenvolver:
- Monitoramento da Performance da operação (Operacional e Financeira);
- Negociação de rotas e fretes com transportadoras;
- Avaliação de fornecedores de transporte e GRIS.
- Monitoramento do Budget (previsto x Realizado);
- BIDs ;
Benef'icios: R$ 1.300,00 + VT + Refeição no local + Plano de Saúde + Plano Odontologico + Seguro de Vida.
Local: Pavuna / Belford Roxo
Os interessados que estiverem dentro do perfil enviar o currículo no corpo do e-mail para danieler@cieerj.org.br colocando no assunto Logistica Operações. Até o dia 21/01/11.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

BOTA-FORA PARA ESCOMBROS DA REGIÃO SERRANA

Estive pensando em onde pretendiam despejar todo esse resíduo gerado pelo desastre da Região Serrana. Pelo jeito não era só eu quem não tinha ideia de para onde tudo isso seria enviado.
A verdade é que temos escassez de locais adequados para disposição de resíduos.
Aproveitamento para o entulho existe, mas será viável a separação de toda esta terra que se agregou aos entulhos?
Difícil decisão...


MINC FAZ APELO POR ÁREAS DE BOTA-FORA PARA ESCOMBROS DA REGIÃO SERRANA
21/ 01/ 2001

O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, que esteve na quinta-feira (20/1) em Teresópolis com o governador Sérgio Cabral, está fazendo um apelo público para que prefeituras e empresários e outros organismos e entidades indiquem terrenos para ser despejado o bota-fora (mistura de lama, areia, madeira e entulhos em geral) proveniente dos escombros da tragédia que atingiu a Região Serrana.
Preocupado com a falta de locais adequados para que as equipes que trabalham na remoção dos escombros possam despejar esse bota-fora, Minc sugeriu – com a concordância do governador – que as equipes de resgate separem desse entulho madeiras e areia lavada – que poderão ser aproveitadas na construção das novas casas para as famílias desabrigadas.

Uma ação que inclusive diminuiria o volume do bota-fora a ser jogado fora, exigindo-se, portanto, menos terrenos para o despejo desse entulho.
“Fazemos um apelo para que as prefeituras, moradores e empresários em geral sugiram terrenos adequados para jogarmos esse bota-fora”, afirmou Minc, após participar de ato, na sede da Prefeitura de Teresópolis, em que Sérgio Cabral assinou convênio emergencial para a liberação de recursos para pagamento do aluguel social para os desabrigados da Região Serrana.
O cadastro das famílias beneficiadas começará a ser feito amanhã (21/1) nas três cidades mais atingidas pelos deslizamentos de terra e as enchentes: Teresópolis, Nova Friburgo e Petrópolis. As famílias cadastradas nessas cidades terão direito a receber o benefício de R$ 500 mensais ao longo de um ano. Ao todo, o governo estadual disponibilizará R$ 40,8 milhões por ano para atender os desabrigados.
Minc sugeriu ainda ao governador e aos prefeitos de Teresópolis e Petrópolis, Jorge Mário e Paulo Mustrangi, que as novas casas dos desabrigados sejam construídas seguindo conceitos ecológicos, como a instalação de painéis solares para aquecimento da água e sistemas de captação da água de chuva, para posterior uso residencial. 

ÁREAS COM NOVA GEOGRAFIA NA SERRA SERÃO TRANSFORMADAS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

Fonte: INEA 
21/ 01/ 2011

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estuda transformar áreas cuja configuração geográfica e os cursos dos rios foram modificados pela catástrofe climática na Região Serrana do Rio em áreas de proteção, como parques fluviais. Segundo a presidente do Inea, Marilene Ramos, a primeira etapa do projeto já foi iniciada com o mapeamento por satélite e por terra dos municípios atingidos.
Com base nas imagens e em dados coletados pelas equipes técnicas do órgão estão sendo identificadas mudanças em cursos de rios e na conformação de vales e da própria cadeia montanhosa da região. O Vale do Cuiabá, em Teresópolis, por exemplo, antes ocupado por condomínios de luxo, deve ser tornar unidade de conservação.
- Após a tragédia, os córregos e rios definiram novas áreas de inundação. Estamos começando os primeiros levantamentos para criação de parques fluviais a partir dessas mudanças. Já criamos parques semelhantes ao longo de outros rios no Estado, entre os quais, o Guandu, o Piabanha e o Macacu – explicou Marilene Ramos.
A presidente do Inea não descartou a necessidade de se fazer desapropriações, uma vez que, algumas dessas áreas passaram a oferecer risco à ocupação. Além disso, a criação dos parques fluviais tem por objetivo inibir as construções irregulares. Conforme avaliações preliminares, o Vale do Cuiabá pode ter algumas ruas e acessos fechados para que seja possível a recomposição natural da área.
Algumas construções destruídas pela enxurrada já começaram a ser demolidas e não poderão ser reconstruídas. Antes local de sítios e mansões, o Vale do Cuiabá foi uma das áreas mais devastadas pelas águas do Rio Santo Antônio na madrugada do último dia 12.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Curso Auditor Líder Meio Ambiente (ISO 14001)

Agora em fevereiro Sserão realizados cursos de Auditor Líder em Meio Ambiente (ISO 14001). O curso não é barato, mas abre portas para uma área de atuação interessante. Fiquem de olho.

BV
Auditor Líder Ambiental (ISO 14001) - 07 a 11 de Fevereiro
O Bureau Veritas Certification foi a primeira entidade de certificação mundial reconhecida pelo UKAS para a Certificação ISO 14001;
O Bureau Veritas Certification é acreditado como uma entidade de certificação ISO 14001 por mais de 15 órgãos de acreditação nacionais e internacionais;

BSI
Formação de Auditor Líder Ambiental - ISO 14001:2004 - Acreditado pelo RAB QSA
Rio de Janeiro - 21 a 25 de Fevereiro
O treinamento para "Formação de Auditor Líder Ambiental - ISO 14001: 2004" do BSI apresenta os princípios e as práticas em Sistemas de Gestão Ambiental e os processos relacionados à auditoria em conformidade com as normas ISO Série 14000 e ISO 19011:2002, “Diretrizes para Auditoria de Sistemas de Gestão da Qualidade e ou Ambiental".

PROENCO
Um curso de cinco dias, com teoria e prática de auditoria, aprovado pelo EARA - Environmental Auditors Registration Association, destinado àqueles que desejam se tornar auditores profissionais registrados.

HGB
O curso de Lead Assessor ISO 14001 tem certificação internacional: é reconhecido pelo RABQSA International é ministrado pela parceria HGB / STAT-A-MATRIX.
Todos os cursos certificados pelo RABQSA são ministrados pela parceria HGB / STAT-A-MATRIX

Dados Hidrológicos - Onde buscar?

Uma aluna me pediu ajuda para obter dados de chuvas de determinado município para a sua monografia. Então percebi que apesar de os dados estarem disponíveis em alguns bancos de dados públicos, eles ainda são complicadinhos de encontrar.

Primeiramente lembro a vocês de sempre buscarem o estado da arte, ou seja, aquilo que já foi escrito e pesquisado sobre o tema. Consultem os sites dos principais programas de mestrado e doutorado e vejam se já existe algum trabalho tratanto to tema que você escolheu ou tema semelhante. Sem dúvidas isto dará uma luz para que você estruture e inicie os seus trabalhos. E um fato importante NUNCA DEIXE DE CITAR A REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Bem... voltando aos dados hidrológicos, consultem o site do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).


O INMET disponibiliza gráficos com as normais climatológicas (temperatura, pressão, umidade, precipitação, etc) dos estados do Brasil. Olhem um exemplo de gráfico gerado no site deles.



A ANA (Agência Nacional das Águas) também disponibiliza dados hidrológicos no HidroWeb, sistema de informações hidrológicas que fornece bancos de dados das estações pluviométricas e fluviométricas existentes.


O portal HidroWeb oferece um banco de dados com todas as informações coletadas pela rede hidrometeorológica e reúne dados sobre cotas, vazões, chuvas, evaporação, perfil do rio, qualidade da água e sedimentos. Trata-se de uma importante ferramenta para a sociedade, pois os dados coletados pelas estações de monitoramento são utilizados para produzir estudos, definir políticas públicas e avaliar a disponibilidade hídrica. Por meio dessas informações, a Agência Nacional de Águas monitora eventos considerados críticos, como cheias e estiagens, disponibiliza informações para a execução de projetos, identifica o potencial energético, de navegação ou de lazer em um determinado ponto ou ao longo da calha do manancial, levanta as condições dos corpos d’água para atender a projetos de irrigação ou de abastecimento público, entre outros.


Rede Hidrometeorológica Nacional
A ANA realiza o monitoramento hidrometeorológico no Brasil operando as cerca de 4.543 estações de monitoramento das 14.822 existentes em todo o país. Com essas estações, é possível mensurar o volume de chuvas, a evaporação da água, o nível e a vazão dos rios, a quantidade de sedimentos e a qualidade das águas em estações respectivamente relacionadas: pluviométricas, evaporimétricas, fluviométricas, sedimentométricas e de qualidade da água. As informações oriundas desse monitoramento encontram-se disponíveis no Sistema de Informações Hidrológicas - HidroWeb e no Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos - SNIRH.
Sob coordenação da ANA, a Rede Hidrometeorológica monitora cerca de 2.176 dos 12.963 mil rios brasileiros cadastrados no Sistema de Informações Hidrológica, inclusive os fronteiriços e transfronteiriços. Os dados coletados por essa malha de estações são utilizados para produzir estudos, definir políticas públicas, avaliar a disponibilidade hídrica e, por meio dela, a ANA monitora eventos considerados críticos, como cheias e estiagens, disponibiliza informações para a execução de projetos pela sociedade, identifica o potencial energético, de navegação ou de lazer em um determinado ponto ou ao longo da calha do manancial, levanta as condições dos corpos d’água para atender a projetos de irrigação ou de abastecimento público, entre outros. As informações hidrológicas coletadas são a base para a concessão, pela ANA, de outorga pelo uso de recursos hídricos dos rios federais..
As 4.543 estações de monitoramento da ANA, estrategicamente localizadas nas várias bacias hidrográficas brasileiras, são operadas por entidades parceiras e contratadas pela Agência Nacional de Águas, sendo distribuídas em mais de 200 Roteiros de Operação que desbravam os confins deste Brasil de proporções continentais, buscando conhecer as variáveis hidrológicas de todos os cantos do país. As informações hidrológicas também são geradas e disponibilizadas para a sociedade em tempo real pelo sistema de Dados Hidrológicos em Tempo Real 
Os Inventários das Estações Hidrológicas têm por objetivo divulgar, entre os usuários de recursos hídricos, o cadastro de todas as estações Fluviométricas e Pluviométricas, do Sistema de Informações Hidrológicas.
O monitoramento hidrometeorológico no Brasil remonta o século 19 pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas - DNOCS e Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, bem como as estações da São Paulo Light and Power (1909) e os registros de chuva efetuados pela Mineração Morro Velho, em Nova Lima, Minas Gerais, que datam de 1855. Desde então, a Rede Hidrometeorológica tem crescido buscando ampliar o conhecimento hidrológico do país, onde a seguir, apresenta-se a Evolução da Rede Hidrometereológica no Brasil como um todo e por Região Hidrográfica ao longo dos anos até 2007.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

5º Simpósio Brasil-Alemanha de desenvolvimento sustentável preservação do clima e dos recursos naturais



Desde 2003 ocorre, a cada dois anos, o Simpósio Brasil-Alemanha de Desenvolvimento Sustentável, alternadamente, em ambos os países. Após o sucesso das edições dos Simpósios já realizados, em 2003 em Tübingen, 2005 em Santa Maria e Santa Cruz do Sul - RS, 2007 em Freiburg e 2009 em Curitiba, novamente Baden-Württemberg é o estado anfitrião.

5º Simpósio Brasil-Alemanha de desenvolvimento sustentável preservação do clima e dos recursos naturais 

Acontecerá de 18 a 22 julho de 2011 em Stuttgart. 

Os pontos principais do Simpósio são:
    • Energias renováveis
    • Desenvolvimento regional
    • Tecnologia ambiental
    • Água, esgoto, terra e resíduos
    • Clima
    • Desenvolvimento florestal
    • Processo e produção integrada de gestão ambiental
    • Gestão ambiental e de recursos naturais
    • Programas de estudos internacionais
    • Ecologia e economia
    • Modelagem ambiental
Desde já, reservem esta data em seu calendário.

- Equipe Organizadora em Stuttgart, Tübingen e Santa Maria – Daniela Neuffer, Uwe Menzel, Jörg Metzger (Stuttgart), Sabine Heinle, Roswitha Meyer, Gisele Lenz (Brasilien-Zentrum) e Dieter Bredemeier (Santa Maria) alegra-se com a sua participação (palestra ou poster).

Contato no Brasil com Prof. Dr. Dieter Bredemeier e-mail: aebaicba@terra.com.br

Bolsas de pós-graduação em “Environment and Resources Management (ENREM)”


Inscrições: até 28 de fevereiro de 2011

O DAAD, com recursos dos ministérios alemães da Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ) e da Educação e Pesquisa (BMBF), e o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CONACYT) do México oferecem a jovens graduados, com experiência profissional nas áreas de preservação ambiental, gestão de recursos naturais e desenvolvimento sustentável, sete bolsas de estudo para o programa de pós-graduação binacional Environment and Resources Management (ENREM), da Fachhochschule Köln (Universidade de Ciências Aplicadas de Colônia) e da Universidad Autónoma de San Luis Potosí (UASLP). 

Os candidatos devem ser latino-americanos, com idade máxima de 36 anos até o início do curso, e ter domínio de espanhol e inglês. Prioridade para candidatos com conhecimento de alemão. 

Os dois primeiros semestres serão realizados em espanhol em San Luis Potosí. O terceiro semestre será em inglês em Colônia. O quarto destina-se a estada para pesquisa em um país da América Latina, bem como a redação do trabalho de conclusão do curso. 

Mais informações:


Dúvidas: Frau Nathalie Venanzi no DAAD (venanzi@daad.de) ou Frau Alexandra Nauditt na FH de Colônia (alexandra.nauditt@fh-koeln.de). Candidaturas devem ser encaminhadas até 31 de janeiro de 2011 para a UASLP.